sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Bençaõ?Maldição?Não sei.......

Benção?maldição?não sei...

Era uma vez um homem velho que morava numa vila pequena. Embora pobre, ele era a inveja da vila, pois ele tinha um cavalo branco, forte, majestoso e belíssimo. Até o rei queria o cavalo, mas jamais o velhinho venderia. Muitos se ofereceram para comprar, mas, cada vez o velhinho dizia "não, eu não posso vender meu cavalo, ele é meu amigo, a gente não pode vender um amigo."
         O homem era pobre e a tentação era grande, mas, ele nunca vendeu o cavalo.Um dia........

     Um dia ele descobriu que o cavalo não estava na estrebaria. Todos na vila vieram falar com ele "tu és um tolo" nós já avisamos que alguém ia roubar seu cavalo e agora, aconteceu. "você é tão pobre." Como você ia proteger seu cavalo? Você deveria ter sondado ele, agora o cavalo sumiu e você foi amaldiçoado.

     O velhinho respondeu... "não julgue com tanta pressa. Diz que o cavalo sumiu e mais nada. Somente isso eu sei, o resto vocês estão julgando. Se isso é maldição eu não sei como vocês podem julgar."
     O povo reclamou. "não fale conosco assim amigo velho, não somos filósofos, mas podemos ver o que aconteceu você perdeu o cavalo. Que pena! Agora você não tem mais jeito de recuperar seu cavalo.

     O povo da vila riu. Eles achavam o velhinho louco. Eles sempre pensavam que ele era tolo, agora estava mais óbvio.

     Depois de quinze dias. O cavalo voltou, ele não foi roubado, ele tinha fugido para a floresta, mas, trouxe com ele 12 cavalos selvagens.

     Mais uma vez o povo da vila ficou em volta dele. "velhinho você estava certo, nós estávamos errado o que nós pensamos que era uma maldição era uma bênção. Por favor, perdoa-nos."

     O velhinho respondeu "mais uma vez, vocês falam demais. Não disse que é uma benção, disse somente que o cavalo voltou e trouxe mais 12.

     Somente Deus sabe que é benção ou maldição. Porque vocês querem julgar? Vocês podem ver somente um fragmento da vida. Como vocês gostam de julgar a vida pelas circunstâncias.
     "A vida é tão vasta, mas, vocês julgam a vida com uma falha só na mão. Somente uma pequena parte que vocês estão vendo. Ninguém sabe. Eu sou feliz com aquele que sabe, não sou perturbado por aquilo que eu não sei."

     "Talvez o velhinho esteja certo", eles disseram um para o outro. Então eles não disseram mais nada. Mas, bem no coração eles sabiam que este homem era bem louco. Eles sabiam que era uma grande benção, 12 cavalos valem muito dinheiro com treinamento ele poderia ganhar um bom dinheiro.

     O velhinho tinha um filho, um único filho, o jovem começou amansar os cavalos. Porém, ele deu um mau jeito e caiu do cavalo e quebrou as duas pernas. Mais uma vez o povo da vila veio para dar opinião. "que pena - agora você está sozinho, agora nem ajudante você não tem agora você é pobre demais."

     O velhinho agora falou. "vocês são obcecados em julgar os outros. Disse somente que meu filho, quebrou as pernas, e mais nada." Esse é só um "fragmento." Na vida tem "fragmentos."

     Algumas semanas depois o governo do país declarou guerra, contra o país vizinho. Todos os jovens eram obrigados a ir à luta. Menos o filho do velhinho, porém com duas pernas quebradas não era possível.

     Mais uma vez o povo se reuniu em volta do velhinho, chorando e lamentando por ter perdido os filhos na guerra a possibilidade deles voltarem era muito forte, e esta guerra já era perdida antes de começar, eles jamais veriam seus filhos outra vez.

     "Você estava certo, eles choravam, Deus sabe que é certo, isto é uma prova o acidente nas pernas de seu filho foi uma benção para vocês, suas pernas estão quebradas, mas você o tem contigo."
     O velhinho falou mais uma vez: "É impossível falar com vocês, vocês estão sempre julgando as circunstâncias com o momento. Ninguém sabe. Disse somente seus filhos foram à luta e o meu não foi. Ninguém sabe se é maldição ou benção. Ninguém conhece o futuro, somente Deus sabe. Deus sabe o futuro de cada um somente Deus.

Meditemos nesta ilustração de autor desconhecido e avaliemos se somos como o povo apressado em julgar o bem e o mal ou se somos como o ancião que sabia que seja mal ou bem tudo vinha de Deus!!

Versículo para meditarmos: Romanos 8:28

      E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. 
Romanos 8:28

Paz do Senhor a todos!!


1 comentários:

Postar um comentário

Gostou do conteúdo?Comente,sua opinião é muito importante!